Presidente da Bolívia afirma que não poderá ajudar corintianos presos

Do Esporte Interativo

presos

Os corintianos presos na Bolívia não contarão com a ajuda do presidente do país. Em entrevista à Folha de São Paulo, Evo Morales afirmou, neste sábado, que não pode interferir no caso.

“Lamento muito o que aconteceu em Oruro. Mas vocês têm que entender que há poderes independentes. O caso está no poder judiciário, e o executivo não tem certas atribuições”, disse Evo.

Evo ainda garantiu que não confirmou com a presidente Dilma Roussef sobre a situação dos brasileiros presos.

“É difícil de nos comunicarmos. A companheira Dilma é muito respeitosa pela independência dos nossos poderes.”, disse.

Os 12 corintianos foram presos na partida entre San José e Corinthians, no dia 20 de fevereiro, acusados de serem responsáveis pela morte do jovem Kevin Espada, de 14 anos, atingido por um morteiro vindo da torcida brasileira.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s